Vinho com os Melhores Preços do Brasil e Procedência Legal

Como escolher um bom vinho: 6 Dicas Infalíveis para Você nunca errar na Compra

Muitos que iniciam sua jornada pelo mundo dos vinhos sentem uma enorme dificuldade em escolher qual vinho comprar. Cartas de restaurantes e prateleiras de adegas assustam o consumidor com suas centenas de rótulos de diferentes países, uvas, produtores e preços. E o conhecimento superficial sobre vinhos, também faz com que muitos sequer arrisquem a compra, […]

março 26, 2021 / Atualizado em: setembro 18, 2021
Como escolher um bom vinho: 6 Dicas Infalíveis para Você nunca errar na Compra

Muitos que iniciam sua jornada pelo mundo dos vinhos sentem uma enorme dificuldade em escolher qual vinho comprar.

Cartas de restaurantes e prateleiras de adegas assustam o consumidor com suas centenas de rótulos de diferentes países, uvas, produtores e preços. E o conhecimento superficial sobre vinhos, também faz com que muitos sequer arrisquem a compra, por vergonha ou receio de adquirir um produto que não lhes agrade.

Para que a escolha da bebida não seja um parto e você consiga sempre adquirir um vinho de qualidade, listei neste artigo tudo o que você deve avaliar antes da compra.

São dicas fáceis de memorizar e que, certamente, lhe ajudarão a não errar na escolha de um bom vinho.

1) A ocasião / Refeição

combinações básicas de vinho e comida

A escolha de um vinho deve sempre ser baseada na ocasião em que ele será servido (uma festa, uma reunião, um jantar).

Cada ocasião pede por um vinho diferente. Os que são recomendados para beber em um dia de muito calor à beira da piscina, por exemplo, podem não ser os mesmos sugeridos para um jantar de negócios.

Vinhos brancos, rosés e espumantes são muito associados ao verão e celebrações. Os tintos bastante consumidos em dias mais frescos e acompanhados por refeições e os doces e licorosos sempre combinados à sobremesas.

Se você pretende escolher o vinho baseado em algum prato, leia os conceitos básicos de harmonização entre vinho e comida.

2) O local da compra

 

Encontrar um bom local para a compra é tão importante quanto saber escolher o vinho.

Procure em sua cidade uma loja especializada em vinhos ou uma importadora. A maioria delas também vendem pela internet.

Outra opção são grandes redes de supermercados. Algumas possuem adegas que são bem cuidadas e oferecem vinhos de qualidade.

Para preservar os vinhos e assegurar que eles envelheçam com saúde, é importante que o comerciante seja cuidadoso com a limpeza do local, além do armazenamento e exposição do produto.

Vinhos armazenados em condições inadequadas e exaustivamente expostos à luz (solar ou artificial) entram rapidamente em declínio e caminham em direção à morte.

Após a compra, é importante que você também tome os devidos cuidados com o armazenamento do vinho em sua casa.

Para isso, leia as dicas sobre o correto armazenamento do vinho.

 

3) O visual / aparência do produto

Como escolher um bom vinho - aparência

É importante avaliar a qualidade da embalagem e a aparência do produto antes de comprá-lo.

Basicamente você deve se preocupar com:

O estado de conservação da cápsula e da rolha

A cápsula é aquela capinha metálica que envolve o gargalo da garrafa e a rolha. O vinho não pode estar sem a cápsula ou ela ter sido danificada.

A superfície da rolha em relação ao bico da garrafa

A rolha não pode ter ultrapassado o bico da garrafa, ela deve estar sempre rente ao bico. Uma rolha saltada pode indicar a entrada de ar na garrafa, oxidando o vinho.

Rachaduras na garrafa

Este dispensa comentários. Você não vai comprar um vinho com a garrafa quebrada ou rachada. Mas certifique-se de que a garrafa esteja intacta.

Quantidade de líquido na garrafa

Se houver um espaço muito grande entre o líquido e a rolha, isso pode indicar que a bebida tenha vazado e o vinho oxidado.

Cor da bebida

Vinhos brancos muito amarelados podem estar oxidados e vinhos tintos jovens de cor âmbar também podem indicar algum defeito na bebida. Certifique-se que estas são as reais características do vinho antes de comprá-lo.

 

4) Pontuações

Há quem considere relevante para escolha de um vinho e há quem torça o nariz.

Pontuações serão sempre controversas.

Geralmente elas são dadas por um especialista (ou um grupo). E pode acontecer do seu gosto para vinhos não combinar com o gosto destas pessoas.

Um outro problema é que pontuações altas acabam sendo motivo para elevar o preço do produto.

Algumas pontuações mais comuns são:

  • RP – Robert Parker
  • DS – Guia Descorchados
  • JR – Jancis Robinson
  • DEC – Revista Inglesa Decanter
  • ST – Stephen Tanzer
  • GR – Gambero Rosso
  • WS – Wine Spectator
  • WE – Wine Enthusiast
  • W&S – Wine & Spirits
Iniciar chat
1
Precisa de ajuda?
Olá! Estamos aqui para tirar qualquer dúvida.